Quem sou eu?

Minha foto
Prefiro a fúria dos "loucos" a hipocrisia dos "sãos"

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

O MEDO



O medo é o início da incerteza, do descontrole;

A proximidade da morte e o início da vida;

É o descanso da lida,

A preparação para a luta,

A possibilidade da fuga,

O descaso da culpa,

O acaso da ferida.

O medo é o início da partida,

A possibilidade da batida,

A proximidade da chegada:

É o encontro;

É a libido;

É o gozo;

É o abismo;

É o nada.

É a certeza da morte.

É o princípio da vida.

É noradrenalina brincando nas fendas sinápticas.



Alessandra Cavagna





Um comentário:

  1. Muito bem escrito, claro fluido, bem bonito e consistente. Gostei.

    ResponderExcluir